Arca de Noé

 

 

Depois do sucesso de público e crítica de “Bichos do Mundo”, o quarteto Strombólico relembra a infância e revisita os clássicos discos de Vinícius de Moraes, Arca de Noé fazendo uma compilação dos dois volumes em doze canções com novos arranjos conferindo maior identificação com a atmosfera contemporânea e suingada da Banda.

No espetáculo o grupo brinca com efeitos sonoros e ritmos, transforma “Corujinha” em um baião, “O Vento” em Cúmbia e toca sucessos dos anos 80 “ O Pato” , “A Casa” e “ A Pulga” assim como algumas mais “lado B” que merecem ser ouvidas pela nova geração, como “As Abelhas”, “O gato”, “A foca” e “O Girassol.